Informa Economics IEG | FNP is part of the Business Intelligence Division of Informa PLC
This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726
Informa



Imprensa

Receba nossa Newsletter



BRF diminui prejuízo, mas rombo em três meses ainda é de R$ 812 milhões

08/11/2018 - BRF diminui prejuízo, mas rombo em três meses ainda é de R$ 812 milhões

 A BRF registrou prejuízo líquido de R$ 812 milhões no terceiro trimestre deste ano, ante cifra positiva de R$ 138 milhões no mesmo período do ano passado. Entretanto, a perda consolidada de julho a setembro foi 44,6% menor que a de R$ 1,466 bilhão vista no segundo trimestre.

Em relatório que acompanha o demonstrativo financeiro, a companhia atribui o resultado a fatores como desempenho operacional pressionado pelo aumento do preço dos grãos e maiores despesas com vendas, despesas não recorrentes de R$ 188 milhões relacionadas à Operação Carne Fraca/Trapaça, da Polícia Federal, greve dos caminhoneiros e "reestruturação corporativa, bem como impacto do câmbio sobre dívidas e a hiperinflação na Argentina."

Outro fator citado foi a provisão de perda de Imposto de Renda (IR) diferido sobre prejuízo fiscal da subsidiária SHB, no valor de R$ 176 milhões. De acordo com a BRF, a subsidiária será reincorporada à controladora em 31 de dezembro de 2018, para “simplificação e a otimização da estrutura societária, operacional e tributária da BRF.”

O Ebitda ajustado foi de R$ 604 milhões, 35,7% menor na comparação anual, com margem de 6,9%, 3,9 pontos porcentuais inferior ao terceiro trimestre de 2017. Já em relação ao segundo trimestre, o indicador apresentou alta de 63,0%, “refletindo o melhor desempenho comercial no período, associado a uma ligeira redução no custo unitário”, conforme mensagem da diretoria, que ressalta que o dado não contempla impacto dos efeitos de economia hiperinflacionária da Argentina, “uma vez que esses ajustes não afetam o caixa.”

O resultado financeiro líquido foi uma despesa de R$ 507 milhões no terceiro trimestre, 44,6% maior que no mesmo intervalo do ano passado, porém 21,2% menor que a do trimestre imediatamente anterior.

O endividamento líquido totalizou R$ 16,3 bilhões, avanço de 4% ante o trimestre anterior, e a alavancagem líquida, medida pela razão entre dívida líquida e Ebitda ajustado dos últimos 12 meses, cresceu para 6,74 vezes, de 5,69 vezes no segundo trimestre. A receita líquida ficou em R$ 8,8 bilhões, um aumento de 0,4% na relação anual. Na comparação trimestral, o aumento foi de 8,7%.

Fonte: Gazeta do Povo adaptado pela IEG|FNP

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações

Informa Economics IEG | FNP

Rua Bela Cintra, 967, 11º. Andar - CEP: 01415-000 São Paulo/SP - Brasil
Tel.: + 55 11 4504-1414 / 3017-6800 Fax: + 55 11 4504-1411