Informa Economics IEG | FNP is part of the Business Intelligence Division of Informa PLC
This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726
Informa



Imprensa

Receba nossa Newsletter



Para concorrer com grandes, parceria entre cooperativas transforma suínos em mais de 90 produtos

12/09/2018 - Para concorrer com grandes, parceria entre cooperativas transforma suínos em mais de 90 produtos

Criada em 2015, a Alegra Foods, empresa formada pelas cooperativas dos Campos Gerais – Frísia (Carambeí), Castrolanda (Castro) e Capal (Arapoti) –, apostou pesado na industrialização para transformar a realidade dos produtores de suínos da região. Até a criação da marca e do frigorífico, os cooperados eram obrigados a conviver com a instabilidade do mercado spot, aquele em que a entrega da mercadoria é imediata e o pagamento é feito à vista, também conhecido como mercado de balcão.

Agora, três anos após a construção de um dos mais modernos frigoríficos da América Latina, os animais são transformados em mais de 90 produtos disponíveis no varejo. São salames, copa, presuntos, linguiças, salgados, defumados, temperados, cortes premium, temperados, entre outros, que, ano após ano, conquistam mais mercados e paladares.

A aposta surgiu da necessidade de ampliar a utilização do parque industrial, localizado em Castro, e da conjuntura política, econômica e social do momento, inclusive a operação Carne Fraca. “As cooperativas do Paraná são reconhecidas pela qualidade dos produtos que oferecem. Sentimos que era a ocasião de aproveitar para expandirmos”, segundo o superintendente da Unidade Industrial de Carnes, Ivonei Durigon.

Atualmente, a Alegra, com 135 cooperados – que fornece presunto, bacon e carne para grandes franquias como o Madero e o Mcdonalds – abate 3,2 mil animais por dia, o que corresponde a uma produção mensal de 8 mil toneladas. Do total, 60% são industrializados, 25% vão para exportação e 15% são matéria-prima.

Com a utilização de apenas um terço da capacidade diária do complexo industrial (que é de 9,2 mil cabeças por dia), a previsão é de avanço no volume em 2020. “Vai depender de uma série de fatores econômicos. Mas a Alegra vai se adaptar conforme a demanda. Queremos aumentar o número de mercados atendidos e nossa participação no mercado interno. Tudo vai depender, é claro, da vontade dos nossos cooperados”, explica. A empresa, considerada um modelo de integração entre cooperativas, foi criada com 60% de investimento das cooperativas e 40% dos próprios suinocultores.

Atualmente, a Alegra está habilitada para atender 30 países. “Vamos continuar apostando na qualidade dos nossos produtos, que é cada vez mais reconhecido pelo sabor. São produtos diferenciados. Não temos escala para competir com as grandes indústrias, por isso procuramos oferecer produtos premium”, conclui. No mercado interno, o Paraná responde por 25% do consumo; o restante está espalhado por outros 12 estados.

 

Fonte: Gazeta do Povo adaptado pela IEG FNP

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações

Informa Economics IEG | FNP

Rua Bela Cintra, 967, 11º. Andar - CEP: 01415-000 São Paulo/SP - Brasil
Tel.: + 55 11 4504-1414 / 3017-6800 Fax: + 55 11 4504-1411