Informa Economics IEG | FNP is part of the Business Intelligence Division of Informa PLC
This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726
Informa



Imprensa

Receba nossa Newsletter



IEG FNP

09/03/2018 - Boi Gordo, mercado doméstico não melhora as perspectivas dos frigoríficos

Nessa semana, o quadro de lentidão persiste no mercado físico do boi gordo. Partindo da avaliação de que as vendas no mercado interno não se recuperaram de acordo com as expectativas para o período de início do mês, as indústrias frigoríficas não alteraram o posicionamento retido nas compras. Sem pretensão de realizar grandes negociações no momento, as escalas de abate da maior parte dos frigoríficos atende entre três e cinco dias úteis, em média. Simultaneamente à ausência de pressão compradora, a ponta ofertante se mostra pouco disposta a negociar seus lotes nos patamares de preços oferecidos atualmente. A boa condição das pastagens permite o represamento da oferta, ao menos no curto prazo. Com o cenário de baixa liquidez, os preços se mantiveram majoritariamente lateralizados, com oscilações pontuais em ambos os sentidos, a depender das condições de oferta específicas de cada região.

No MT, o aquecimento das exportações levou as indústrias se posicionarem mais ativamente no mercado, visando principalmente a aquisição de lotes de qualidade superior. Com isso, ajustes positivos ocorreram em diversas praças, e o ritmo das negociações se recuperou ligeiramente. Em Cáceres (MT), mesmo com as programações de abate confortáveis, a oferta enxuta não permite oscilações negativas nos preços. Em Cuiabá (MT), a oferta é mais ajustada e há registros de compras com preços acima dos referenciais. No RS, a escassez de chuvas restringe a capacidade dos produtores represarem a oferta, o que abre espaço para os ajustes negativos observados a partir de meados da semana. O volume de negociações efetivadas na região é restrito, e as escalas de abate atendem apenas quatro dias úteis, no máximo. Em SP, com a sinalização de que as vendas no atacado não se recuperaram conforme as expectativas, as indústrias recuaram nas aquisições, testando preços abaixo dos referenciais. A oferta de animais terminados na região é escassa, e dessa forma, os frigoríficos paulistas buscam adquirir boiadas do MS, realizando ofertas alinhadas entre R$134/@ e R$135/@ livre de Funrural.

No mercado atacado, houve apenas ligeira recuperação na demanda interna pela proteína bovina, contrariando parcialmente as expectativas para o período de início do mês. Apesar isso, a procura por parte dos distribuidores se tornou relativamente mais ativa a partir de meados da semana, buscando suprir o varejo para as negociações do próximo final de semana, no qual a expectativa do mercado se mantem, em grande parte, otimista. Os preços dos principais cortes bovinos se mantiveram lateralizados.

 

Fonte: IEG FNP

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações

Informa Economics IEG | FNP

Rua Bela Cintra, 967, 11º. Andar - CEP: 01415-000 São Paulo/SP - Brasil
Tel.: + 55 11 4504-1414 / 3017-6800 Fax: + 55 11 4504-1411