Informa Economics IEG | FNP is part of the Business Intelligence Division of Informa PLC
This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726
Informa



Imprensa

Receba nossa Newsletter



IEG FNP

09/02/2018 - Embargo russo, o Brasil tem resolução encaminhada

A linha tênue entre os interesses econômicos e as medidas tomadas para que se seja garantida da sanidade dos alimentos que são importados voltou a atrair as atenções dos suinocultores e bovinocultores brasileiros, no último bimestre de 2017. À época, o serviço fitossanitário da Rússia, através de uma nota publicada no site da instituição, anunciou a imposição de restrições temporárias à entrada de carne bovina e suína provinda do Brasil. O motivo alegado pelas autoridades russas foi a detecção de estimulantes para o crescimento muscular dos animais, dentre eles a ractopamina, cujo uso é regulamento há, aproximadamente, 20 anos no Brasil.

Válida desde o dia 1 de dezembro de 2017, a decisão das autoridades russas afeta 48 frigoríficos brasileiros, 30 produtores de carne bovina e 18 produtores de carne suína. O prejuízo estimado aos setores é grande, caso o embargo à carne brasileira se prolongue, uma vez que a Rússia ocupa o posto de maior comprador de carne suína do Brasil e quinto de carne bovina. Como ilustração da importância da participação das importações russas no mercado brasileiro cabe mencionar que, no ano passado, as vendas de carne suína à Rússia proporcionaram receitas que totalizaram cerca de US$ 690 milhões, ou 43% das receitas totais dos exportadores do setor. Já as vendas externas dos bovinocultores aos russos geraram receitas que somaram, aproximadamente, US$ 450 milhões, 8% do montante total obtido pelos exportadores brasileiros.

Desde o instante em que a decisão passou a vigorar até o momento, o que atenuou os possíveis impactos da interrupção das compras da Rússia foi o fato de que, comumente, os portos do país se fecham devido ao congelamento das estruturas, nos meses de dezembro e janeiro, de modo que o cessar do fluxo comercial já era esperado pelos produtores brasileiros antes mesmo do anúncio do embargo. Graças a esse detalhe, o momento em que se deu a divulgação do embargo foi considerado oportuno pelas indústrias brasileiras, que admitem a intenção das autoridades russas em insinuar uma possível retaliação, caso o Brasil não reabra o seu mercado para importação de trigo e peixes da Rússia.

Não tardou, portanto, para que os países fossem a mesa de negociação para encontrarem uma resolução ao imbróglio. Em meados de dezembro, inclusive, o ministro, da Agricultura Blairo Maggi, afirmou, em entrevista, que a publicação de uma portaria que autorizasse e regulamentasse as importações de trigo e peixes seria brevemente publicada. O entrave para o encerramento da questão continua residindo nas garantias de reciprocidade a serem dadas pelos russos e em como ocorrerá a fiscalização para prevenção de pragas quarentenárias do trigo importado.

Há grande interesse na retomada das exportações para Rússia, sobretudo da parte dos suinocultores, visto que, comparativamente ao mercado de carne bovina brasileiro, há menor diversificação dentre os importadores de carne suína. Embora as exportações de carne suína para a China e Hong Kong, em janeiro, tenham subido em toneladas, respectivamente, 122% e 23%, e se espere a continuidade do incremento no consumo per capita brasileiro, que, nos últimos 5 anos, cresceu 500 gramas por ano, torna-se difícil prescindir da demanda russa sem que se pense na queda do faturamento do setor.

 

Fonte: IEG FNP

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações

Informa Economics IEG | FNP

Rua Bela Cintra, 967, 11º. Andar - CEP: 01415-000 São Paulo/SP - Brasil
Tel.: + 55 11 4504-1414 / 3017-6800 Fax: + 55 11 4504-1411