Informa Economics IEG | FNP is part of the Business Intelligence Division of Informa PLC
This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726
Informa



Imprensa

Receba nossa Newsletter



Pela 1ª vez, Brasil não consegue cumprir cota de exportação de frango salgado à UE

07/02/2018 - Pela 1ª vez, Brasil não consegue cumprir cota de exportação de frango salgado à UE

Pela primeira vez em oito anos, o Brasil não vai cumprir a cota de exportação de carne de frango salgada para a União Europeia (UE), um mercado que oferece rentabilidade maior que a média às empresas. Por não cumprirem a cota, os exportadores já perderam uma receita da ordem de US$ 50 milhões, cifra que pode ficar ainda maior até o fim deste semestre.

No primeiro semestre do atual ano-cota, iniciado em julho de 2017, as exportações de carne de frango salgada à UE renderam US$ 124,3 milhões, queda de 25,2% ante o mesmo período do ciclo 2016/17, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pelo Ministério da Agricultura. Em volume, as exportações recuaram 33,4%, para 62 mil toneladas. Ao todo, as exportações de carne de frango para a UE renderam US$ 387,1 milhões, diminuição de 14% na comparação anual. O volume total exportado ao bloco europeu foi de 150,3 mil toneladas, redução de 24%.

A dificuldade em ocupar a cota de 172 mil toneladas, válida pelo ano-móvel entre julho e junho, é uma consequência direta da Operação Carne Fraca, investigação de deflagrada pela Polícia Federal (PF) em março de 2017 para apurar um esquema de corrupção envolvendo fiscais agropecuários e frigoríficos. Em reação às fragilidades do sistema brasileiro de inspeção sanitária reveladas pela Operação Carne Fraca, a União Europeia aumentou o número de testes e alterou os parâmetros aceitáveis para a presença da bactéria salmonela no produto, o que desagradou os exportadores do Brasil.

Na prática, o bloco europeu passou a cobrar a ausência de salmonela na carne de frango salgada vendida pelo Brasil, usando os mesmos critérios aplicados à carne cozida - na qual não pode haver qualquer rastro da bactéria. A mudança, que ensejou reclamação do Brasil na Organização Mundial de Comércio (OMC) contra a UE, é a origem do problema que dificulta as vendas de frango ao bloco.

Em meio à mudança da sistemática europeia, o Ministério da Agricultura tomou medidas de precaução, auto suspendendo dezenas de frigoríficos autorizados a exportar para a UE. Houve uma redução de cerca de 40% das plantas habilitadas a exportar para a EU, em janeiro deste ano. Comercialmente, o receio é que o Brasil perca espaço para concorrentes da Polônia e da Ucrânia, que ajudaram a suprir as necessidades dos importadores.

 

Fonte: Valor Econômico adaptado pela IEG FNP

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações

Informa Economics IEG | FNP

Rua Bela Cintra, 967, 11º. Andar - CEP: 01415-000 São Paulo/SP - Brasil
Tel.: + 55 11 4504-1414 / 3017-6800 Fax: + 55 11 4504-1411