Informa Economics IEG | FNP is part of the Business Intelligence Division of Informa PLC
This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726
Informa



Imprensa

Receba nossa Newsletter



IEG FNP

05/01/2018 - Escalas de abate não evoluem

Nesta primeira semana do ano de 2018, as negociações no mercado físico do boi gordo são apenas pontuais. Do lado da oferta, a baixa liquidez do mercado é fruto da virtual ausência dos pecuaristas das negociações, movimento típico das primeiras semanas do ano. Porém, gradativamente, a ponta ofertante começa a dar sinais de uma entrada mais ativa nas negociações, e há um início de um movimento de especulação de preços no final dessa semana. Do lado da demanda, as indústrias frigoríficas adotam uma posição comedida nas compras, visto que há insegurança em relação ao desempenho das vendas no mercado interno e um posicionamento agressivo no mercado pode resultar em uma forte pressão altista nas cotações do gado gordo, visto que a oferta de animais terminados é reduzida. Com isso, os preços seguiram relativamente sustentados, com ajustes negativos pontuais nas regiões em que as indústrias frigoríficas operam com escalas de abate mais ajustadas. Com indefinição por parte da oferta e da demanda, a tendência dos preços deve ser determinada de forma mais precisa apenas na próxima semana.

No MT, a oferta de boiada gorda é restrita e as indústrias frigoríficas operam com escalas de abate ajustadas, atendendo entre três e quatro dias úteis. Parte delas, buscando se provisionar para próxima semana, ofertaram preços acima da referência. Mesmo ofertando preços acima dos vigentes anteriormente, o volume de negócios efetivados é baixo, principalmente daqueles envolvendo lotes grandes e de qualidade. Em SP, as indústrias testaram preços abaixo da referência e conseguiram negociar apenas lotes pequenos e de baixa qualidade. No PA, as indústrias frigoríficas lograram preencher as escalas de abate da próxima semana aos preços vigentes anteriormente, e agora recuam nas compras ofertando preços abaixo da referência. Não há um grande volume de negócios efetivados na região. O mesmo acontece nas regiões de TO e GO, em que os preços do gado gordo oscilaram nos últimos dias.

No mercado atacado, o volume de vendas é apenas satisfatório, suficiente para manter a relativa sustentação dos principais cortes bovinos. Há maior dificuldade no escoamento dos cortes de dianteiro e ponta de agulha, cujos preços demonstraram maior oscilação durante a semana. Em compensação, as exportações de carne bovina “in natura” fecharam o ano de 2017 com crescimento. Houve aumento de 12,4% no volume exportado e 17% na receita em relação ao ano de 2016. Para o ano de 2018, a expectativa é que o ritmo das exportações siga acelerado, com a abertura de novos mercados para a carne bovina brasileira, como a Turquia, Coréia do Sul, Indonésia, Tailândia e Filipinas.

 

Fonte: IEG FNP

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações

Informa Economics IEG | FNP

Rua Bela Cintra, 967, 11º. Andar - CEP: 01415-000 São Paulo/SP - Brasil
Tel.: + 55 11 4504-1414 / 3017-6800 Fax: + 55 11 4504-1411